terça-feira, 10 de março de 2015

Hadrolaelia (Laelia) dayana var coerulea




Floração fecvereiro 2015
Foto e Cultivo MGloriaM
 
 Hadrolaelia (Laelia) dayana var coerulea é uma espécie de pequeno porte que já foi uma variedade de Laelia pumila e que habita matas sombrias e alagadiças.
 A planta tem pseudobulbos finos e roliços de cinco centímetros de altura, com uma única folha oblonga (mas arredondada nos cantos), espatular e carnosa. Flor de seis centímetros de diâmetro que emerge no meio da folha, sem espata. Pétalas e sépalas de cor róseo-púrpura. Labelo largo e trombiforme que apresenta estrias salientes e longitudinais de cor carmesim escuro. Existe a bela e rara variedade caerulea.
Nome:
Hadrolaelia dayana
Sinonímia:
Cattleya bicalhoiLaelia dayana, Sophronitis dayana, Laelia pumila var. dayana
Origem:
Serra dos Órgãos, no Rio de Janeiro, sul de Minas Gerais e Espírito Santo
Hábitat:
Mata Atlântica, planta epífita
Tamanho da Planta:
NBS – flor em um ano
Produção:
Sementeira
Clima:
Intermediário
Luminosidade:
Média, 50% de luz
Inflorescência:
Haste curta, uma flor por haste, podendo formar mais de uma inflorescência.
Tamanho das Flores:
Média – 3 a 6 cm
Época de Floração:
Verão
Odor:
Inodora
Duração da Flor:
5 a 15 dias
Etimologia:
Hadrolaelia: do grego hadrós,á,ón ‘espesso, sólido’ + gênero Laelia, a qual pertencia. Devido ao tamanho grande das flores em relação ao resto da planta
dayana: adjetivo latinizado do nome da pessoa homenageada, Day.

Meu Cultivo:
Substrato: fixada em madeira com brita no fundo do vaso 
Vaso: plástico
Regas: suficientes para manter o substrato umido
Adubação: osmocote e bokashi
Vegeta: 1200m de altitude, apesar de preferir o nível do mar
Clima temperado a quente
 

Nenhum comentário: